Seguindo a história do Japão através do seu património mundial e cultural

The 6th century
Construções Budistas na área de Horyu-ji

Construções Budistas na área de Horyu-ji

A religião budista foi introduzida no Japão no século VI a partir do continente. O templo Horyu-ji foi construído nos primórdios do século VII e é, desde então, o templo mais representativo desse período sendo conhecido como a mais antiga construção de madeira do mundo. A par do castelo Himeji foi o primeiro a ser classificado como património mundial e cultural do Japão.
The 7th century
 Locais Sagrados e Rotas de Peregrinação das Montanhas Kii

Locais Sagrados e Rotas de Peregrinação das Montanhas Kii

(Por um lado) Desde a antiguidade que no Japão se pensava que em toda a natureza habitavam deuses. As montanhas Kii, compostas por uma série de montes de difícil acesso para o visitante, foram consideradas o mais tardar no século VII como um “Lugar Sagrado", e que possui uma força natural e misteriosa tornando-se motivo de peregrinações.
The 8th century
Monumentos Históricos da Antiga Nara

Monumentos Históricos da Antiga Nara

Na antiguidade, desenvolveram-se muito as trocas culturais do Japão com o continente. A capital Nara (Capital Heijo-kyo) foi fundada no início do século VIII, construindo importantes bases da nação, cultura, etc. Os 6 templos de Nara, as ruínas do palácio Heijo e bosques de Kasugayama estão classificados como património mundial e cultural.
Monumentos Históricos da Antiga Quioto (cidades de Quioto, Uji e Otsu)

Monumentos Históricos da Antiga Quioto (cidades de Quioto, Uji e Otsu)

Nos fins do século VIII, a capital muda-se de Heijo-kyo (atual Nara) para Nagaoka-kyo, e depois foi transferida para Heian-kyo (atual Quioto). Desde então, e durante mais de 1.200 anos, Quioto foi o centro cultural do Japão. Os 16 templos e o castelo Nijo estão classificados como património mundial e cultural.
The 9th century
富士山

Monte Fuji - local sagrado e fonte de inspiração artística

 Monte Fuji, tombado património cultural e mundial em 2013, sofreu várias erupções vulcânicas desde a antiguidade e no século IX, sendo construído um templo xintoísta ao sopé do monte para acalmar a erupção.
 Mais tarde, na Era Edo tornou-se grande moda entre a população escalar o monte Fuji para fazer alpinismo de peregrinação.
 Outrossim, o Monte Fuji é retratado em muitas obras artísticas como Ukiyo-e, etc.
The 12th century
Templo xintô de Itsukushima

Templo xintô de Itsukushima

A partir do século XII, os protagonistas da época passaram da nobreza para os samurais. O templo xintô de Itsukushima foi mandado construir pelos detentores do poder de então. Construído sobre o mar, este venerado santuário que tem em plano de fundo as montanhas, é um edifício que permite compreender as características da beleza nipónica e do espaço religioso, sendo classificado como património mundial e cultural.
Hiraizumi -Templos, Jardins e Zonas Arqueológicas representando A Terra Pura do Budismo

Hiraizumi -Templos, Jardins e Zonas Arqueológicas representando A Terra Pura do Budismo

Século XII, muito afastada de Quioto na região de Tohoku, foi construída uma cidade baseada no pensamento de uma sociedade pacífica, expressando os ideais da Terra Pura do Budismo. É Hiraizumi.
Fundidos com a natureza estão os jardins no centro, e é a mais recente classificação de património cultural e mundial do Japão. Foi tombado património mundial e cultural em 2011.
The 15th century
Gusuku e Locais Relacionados com o Reino de Ryukyu

Gusuku e Locais Relacionados com o Reino de Ryukyu

(Por um lado) O reino de Okinawa foi fundado no século XV. Após sua fundação, manteve relações político-económicas com os países do Sudeste Asiático, Coreia, China e Japão. Começando pelas 5 ruínas do castelo, as chamadas adorações à natureza e aos antepassados, formas tradicionais de fé ainda atuais do povo de Okinawa e ruínas, etc. 9 locais foram classificados como património cultural e mundial.
The 16th century
Minas de Prata de Iwami Ginzan e sua Paisagem Cultural

Minas de Prata de Iwami Ginzan e sua Paisagem Cultural

No século XVI enquanto havia guerras no Japão, fora vivia-se o período das grandes descobertas. Na época, um terço da prata que corria no mundo provinha do Japão, e diz-se que mais da metade saiu das minas de Iwami. Aquelas que são as ruínas das minas de produção de prata de Iwami Ginzan, influenciaram as relações entre as civilizações ocidental e oriental. A harmonia com a paisagem cultural envolvente foi avaliada e classificada como património mundial e cultural. .
The 17th century
Castelo Himeji

Castelo Himeji

Do século XVI a XVII do período Sengoku, “época dos reinos combatentes", a Edo muitos castelos foram construídos no Japão.  Dentre eles, pela sua elevada perfeição estética e particularidade das técnicas japonesas de defesa bem mostradas nas torres de vigia, o castelo Himeji foi classificado a par com o templo Horyu-ji como o primeiro património mundial e cultural do Japão.
Os Santuários e Templos de Nikko

Os Santuários e Templos de Nikko

No início do século XVII com o fim do período Sengoku, a capital política do Japão transfere-se de Quioto para Edo (atual Tóquio). O templo de Toshogu foi venerado pelo primeiro xogum do período Edo. O período Edo prolongou-se até meados do século XIX e, apesar do rigoroso sistema Sakoku do fechamento do país e da estrita divisão de classes sociais, desenvolveram-se em vários locais manifestações culturais únicas.
Vilas Históricas de Shirakawa-go e Gokayama

Vilas Históricas de Shirakawa-go e Gokayama

Localizadas numa zona de muita neve, pensa-se que as vilas de Shirakawa-go e Gokayama foram fundadas por volta do século XVII, construídas de forma “Gassho-zukuri"(telhado de madeira coberto de palha). Quanto a essas casas de telhado inclinado de intensa atividade industrial particular das zonas rurais japonesas, sua manutenção e preservação necessárias dadas pelos habitantes foram também classificadas como património mundial e cultural.
The 19th century
富岡製糸場と絹産業遺産群

Fábrica de Seda de Tomioka e os Locais Relacionados

 O Japão abriu suas portas para o mundo em segunda metade do século XIX, quando deu um passo à modernização do país. A “Fábrica de Seda de Tomioka e os Locais Relacionados” foram tombados patrimônios mundiais em 2014 e simbolizam o intercâmbio com o mundo e a inovação tecnológica oriunda desse intercâmbio.
 Graça à técnica de produção em massa de seda crua desenvolvida pelo Japão, a seda que até então era consumida somente por classes privilegiadas, difundiu-se largamente em várias camadas sociais do mundo inteiro.
軍艦島

Sítios da Revolução Industrial Japonesa do Período Meiji

 A modernização do Japão, na área de atividade de indústrias pesadas, deu-se em meio século a partir da segunda metade do século XIX.
 23 sítios industriais relativos à fabricação de ferro e aço, construção naval e mineração de carvão, e suas instalações relacionadas (canal de água, habitação, academia, etc.), espalhados por todo o país, inclusive os que estão em operação, foram tombados patrimônios mundiais em 2015
The 20th century
Cúpula da Bomba Atómica, Memorial da Paz de Hiroshima

Cúpula da Bomba Atómica, Memorial da Paz de Hiroshima

No dia 6 de Agosto de 1945, a cidade foi bombardeada pela bomba atómica devastando-a instantâneamente, só restando as fundações de ferro da cúpula que, pela sua forma passaram a chamá-la de"Cúpula da Bomba Atómica". Foi a primeira prova na história da humanidade de um desastre de exposição às radiações de uma bomba atómica. É também símbolo da continuação da paz e abolição das armas nucleares e está classificado como património mundial.

国土交通省国土政策局「国土数値情報(世界文化遺産)」をもとに、世界文化遺産連携会議が加工しました。

国土数値情報約款

World Cultural Heritage (Japan) 日本の世界文化遺産